Federação  Cearense  e  BasketbalL

Ceará aguarda que a CBB reveja suas ações para não mais violar as autonomias das Federações

Fortaleza, 22 de janeiro de 2018

NOTA OFICIAL No 017/2018

 

Interpretações Oficiais das Regras Oficiais de Basquetebol

ART. 17 REPOSIÇÃO

17.1 Determinação

        Antes do jogador que está fazendo uma reposição lançar a bola em uma reposição, é possível que no movimento para realizar a reposição, a(s) mão(s) do jogador com a bola ultrapasse(m) o plano sobre a linha limítrofe que separa a área da quadra de jogo da área de fora da quadra de jogo. Em tais situações, continua sendo responsabilidade do jogador defensor evitar interferir na reposição, não tocando na bola enquanto ela ainda estiver nas mãos do jogador que está fazendo a reposição.

        17.2   Exemplo

     Uma reposição é concedida para A1. Enquanto segura a bola, a(s) mão(s) de A1 atravessa(m) o plano sobre a linha limítrofe de tal maneira que a bola está sobre a área da quadra de jogo. B1 agarra a bola que está na(s) mão(s) de A1 ou tapeia a bola para tirá-la da(s) mão(s) de A1 sem causar nenhum contato físico contra A1.

                  INTERPRETAÇÃO

                 B1 interferiu na reposição, atrasando assim o reinício da partida. Uma advertência será dada para B1 e comunicada ao técnico da equipe B e esse aviso se aplicará para todos os jogadores da equipe B para o restante da partida. Qualquer repetição de uma ação semelhante, por qualquer jogador da equipe B, pode resultar em uma falta técnica.

17.3 Determinação

Em uma reposição, o jogador que está fazendo a reposição deverá passar a bola (não entregar a bola) para um companheiro de equipe na quadra de jogo.

        17.4   Exemplo

     Em uma reposição, A1 entrega a bola nas mãos de A2 que está na quadra de jogo.

                  INTERPRETAÇÃO

     A1 cometeu uma violação de reposição. A bola deve deixar a(s) mão(s) do jogador para que a reposição seja considerada legal. A bola será concedida para a equipe B para uma reposição no local da reposição original.

17.5 Determinação

        Durante a reposição, os outros jogadores não deverão ter nenhuma parte do seu corpo sobre a linha limítrofe antes da bola ter sido passada através da linha limítrofe.

        17.6   Exemplo

                  Após uma violação de saída de bola, A1 recebe a bola do oficial para a reposição. A1:

                  (a) Coloca a bola no piso e, após isso, A2 pega a bola.

                  (b) Entrega a bola para A2 fora da área da quadra de jogo.

     INTERPRETAÇÃO

     Isto é uma violação de A2, em ambos os casos, já que ele move seu corpo sobre a linha limítrofe antes de A1 ter passado a bola através da linha limítrofe.

        17.7   Exemplo

     Após a equipe A converter uma cesta de campo ou converter o único ou o último lance livre, um tempo debitado foi concedido para a equipe B. Após o tempo debitado, B1 recebe a bola do oficial para uma reposição na linha final. B1:

     (a) Coloca a bola no piso e após isso, B2 pega a bola.

                 (b) Entrega a bola para B2, que também está parado atrás da linha final.

     INTERPRETAÇÃO

     Jogada legal. A única restrição para a equipe B repor a bola é que eles devem passar a bola para dentro da quadra de jogo dentro de 5 segundos.

17.8 Determinação

        Se um tempo debitado for concedido para a equipe que tenha direito a posse de bola em sua quadra de defesa, quando o cronômetro de jogo mostrar 2:00 minutos ou menos no 4º período e em cada período extra, a reposição será administrada na linha de reposição na quadra de ataque da equipe, do lado oposto da mesa de controle. O jogador que está fazendo a reposição deve passar a bola para seu companheiro de equipe na quadra de ataque.

        17.9   Exemplo

     No último minuto do jogo, A1 está driblando a bola em sua quadra de defesa quando o jogador da equipe B tapeia a bola para fora da quadra de jogo no prolongamento da linha de lance livre.

                 (a) Um tempo debitado é concedido para a equipe B.

                 (b) Um tempo debitado é concedido para a equipe A.

                 (c) Um tempo debitado é concedido primeiro para a equipe B e, imediatamente após, para a equipe A (ou vice-versa).

     INTERPRETAÇÃO

                 Em (a), a equipe A reiniciará a partida com uma reposição no prolongamento da linha de lance livre na sua quadra de defesa.

                 Em (b) e (c), a equipe A reiniciará a partida com uma reposição na linha de reposição na quadra de ataque da equipe, do lado oposto da mesa de controle.

                 Em todos os casos, a equipe A terá apenas o tempo que restava no relógio de 24 segundos.

        17.10 Exemplo

                 Restando 0:57 para jogar no último período do jogo, A1 tenta 2 lances livres. Durante o 2º lance livre, A1 pisa na linha de lance livre enquanto arremessa e uma violação é marcada. A equipe B solicita um tempo debitado.

     INTERPRETAÇÃO

                 Após o tempo debitado, a equipe B reiniciará a partida com uma reposição na linha de reposição na quadra de ataque da equipe, do lado oposto da mesa de controle, e terá um novo período no relógio de 24 segundos.

        17.11 Exemplo

Restando 0:26 para jogar no último período da partida, A1 está driblando por 6 segundos na quadra de defesa da equipe A, quando:

                  (a) B1 tapeia a bola para fora da quadra de jogo.

                  (b) B1 comete a 3ª falta para a equipe B neste período.

                 E um tempo debitado é concedido para a equipe A.

     INTERPRETAÇÃO

     Após o tempo debitado, a equipe A reiniciará a partida com uma reposição na linha de reposição na quadra de ataque da equipe, do lado oposto da mesa de controle. Em ambos os casos, a equipe A terá 18 segundos restantes no relógio de 24 segundos.

       17.12 Exemplo


     Restando 1:24 para jogar no último período do jogo, A1 está driblando a bola em sua quadra de ataque quando B1 tapeia a bola para a quadra de defesa da equipe A, onde qualquer jogador da equipe A começa a driblar a bola novamente. Agora, B2 tapeia a bola para fora da quadra de defesa da equipe A com:

                 (a) 6 segundos

                 (b) 17 segundos

                 Restantes no relógio de 24 segundos. Foi concedido um tempo debitado para a equipe A.

     INTERPRETAÇÃO

     Após o tempo debitado, a equipe A reiniciará a partida com uma reposição na linha de reposição na quadra de ataque da equipe, do lado oposto da mesa de controle. Em ambos os casos, a equipe A terá apenas o tempo que restava no relógio de 24 segundos.

        17.13 Exemplo

     Com 0:48 segundos para jogar no último período do jogo, A1 está driblando a bola em sua quadra de ataque quando B1 tapeia a bola para a quadra de defesa da equipe A, onde qualquer jogador da equipe A começa a driblar a bola novamente. Agora, B2 comete a 3ª falta para a equipe B neste período na quadra de defesa da equipe A, com:

                 (a) 6 segundos

                 (b) 17 segundos

     Restantes no relógio de 24 segundos. Foi concedido um tempo debitado para a equipe A. Após o tempo debitado, a equipe A reiniciará a partida com uma reposição na linha de reposição na quadra de ataque da equipe, do lado oposto da mesa de controle.

     INTERPRETAÇÃO

                 Quando o jogo reiniciar, a equipe A terá:

     (a) 14 segundos

                 (b) 17 segundos

     Restantes no relógio de 24 segundos.

        17.14 Exemplo

     A equipe A tem o controle de bola em sua quadra de defesa por 5 segundos, quando A6 e B6 são desqualificados por entrarem na quadra de jogo em uma situação de briga. As penalidades das faltas se cancelam e uma reposição é concedida para a equipe A no prolongamento da linha central, do lado oposto da mesa de controle. Antes da reposição ser administrada, foi concedido um tempo debitado para o técnico da equipe A. Onde a reposição deverá ser administrada para reiniciar a partida?

     INTERPRETAÇÃO

     Após um tempo debitado a reposição deverá ser administrada no prolongamento da linha central, do lado oposto da mesa de controle com o tempo restante do relógio de 24 segundos, neste caso com 19 segundos.

17.15 Determinação

Existem situações adicionais àquelas listadas no Art. 17.2.3, nas quais a reposição subsequente será administrada no prolongamento da linha central, do lado oposto da mesa de controle.

          17.16 Exemplo

                   (a) O jogador que está fazendo a reposição no prolongamento da linha central, do lado oposto da mesa de controle, comete uma violação e a bola é concedida para os adversários para uma reposição no local da reposição original.

         (b)  Se, durante uma situação de briga membros de ambas as equipes são desqualificados, não houver outras penalidades de faltas remanescentes para serem administradas, e no momento que a partida foi interrompida, uma das equipes tinha o controle de bola ou tinha direito a ela. Neste caso, a equipe que tem a reposição deverá ter apenas o tempo que restava no relógio de 24 segundos.

       INTERPRETAÇÃO

         Em todas as situações acima, o jogador que está fazendo a reposição pode passar a bola tanto para a quadra de ataque quanto para a quadra de defesa.

17.17 Determinação

Em uma reposição, as seguintes situações podem ocorrer:

          (a) A bola ser passada por cima da cesta e um jogador de qualquer uma das equipes alcança a bola através da cesta, por baixo e a toca.

          (b) A bola se alojar entre o aro e a tabela.

          (c) A bola ser lançada intencionalmente no aro, de modo que reprograme o tempo no relógio de 24 segundos.

          17.18 Exemplo

                   Em uma reposição, A1 passa a bola por cima da cesta quando um jogador de qualquer uma das equipes alcança a bola através da cesta, por baixo e a toca.

       INTERPRETAÇÃO

         Isto é uma violação. A partida será reiniciada com uma reposição para os adversários no prolongamento da linha de lance livre. No caso da equipe defensora cometer a violação, a equipe atacante não poderá marcar nenhum ponto, já que a bola não foi proveniente da área de dentro da quadra de jogo.

          17.19 Exemplo

                   Em uma reposição, A1 passa a bola em direção à cesta e ela se aloja entre o aro e a tabela.

       INTERPRETAÇÃO

       Isto é uma situação de bola ao alto. O jogo será reiniciado pela aplicação do procedimento de posse alternada. Se a equipe A tiver direito à reposição, o relógio de 24 segundos não será reprogramado.

          17.20 Exemplo

                   Com 5 segundos restantes no relógio de 24 segundos, durante a reposição, A1 passa a bola em direção à cesta e a bola toca o aro.

       INTERPRETAÇÃO

       O operador de 24 segundos não deverá reprogramar seu relógio, já que o cronômetro de jogo ainda não foi acionado. O relógio de 24 segundos deverá ser acionado, simultaneamente, com o cronômetro de jogo quando o primeiro jogador na quadra de jogo tocar a bola.

17.21 Determinação

Após a bola ter sido colocada à disposição do jogador que está fazendo a reposição, ele não poderá fazer com que a bola toque a área de dentro da quadra de jogo e em seguida, volte a tocá-la antes que a bola toque ou seja tocada por qualquer outro jogador na quadra de jogo.

          17.22 Exemplo

                   É concedida uma reposição para A1. Então, A1 faz com que a bola ressalte no solo de modo que a mesma toque o solo:

                   (a) Dentro da área da quadra de jogo.

                   (b) Fora da área da quadra de jogo.

                   E, em seguida, agarra a bola novamente.

       INTERPRETAÇÃO

                   (a) A1 cometeu uma violação de reposição. Uma vez que a bola deixa a(s) mão(s) do jogador que está fazendo a reposição e toca a área dentro da quadra de jogo, ele não poderá tocar a bola antes dela tocar (ou ser tocada) por qualquer outro jogador dentro da quadra de jogo.

                   (b) A ação é legal e a contagem dos 5 segundos deverá continuar.

17.23 Determinação

         O jogador que está fazendo a reposição não poderá fazer com que a bola toque a área fora da quadra de jogo, após ter realizado a reposição.

          17.24 Exemplo

       Durante a reposição, A1 passa a bola para A2, mas a bola vai para fora da quadra de jogo sem tocar em qualquer jogador na quadra de jogo.

       INTERPRETAÇÃO

                   Isto é uma violação de A1. O jogo deverá ser reiniciado com uma reposição para a equipe B no local original da reposição.

          17.25 Exemplo

       Durante uma reposição, A1 passa a bola para A2. A2 recebe a bola, mas com um dos pés, ele toca a linha limítrofe.

       INTERPRETAÇÃO

  Isto é uma violação de A1. O jogo deverá ser reiniciado com uma reposição para a equipe B

  no local original da reposição.

          17.26 Exemplo

                   É concedida para A1 uma reposição na linha lateral, próximo à linha central:

                   (a) Em sua quadra de defesa, com direito a passar a bola para qualquer lugar dentro da quadra de jogo.

                   (b) Em sua quadra de ataque, com direito a passar a bola somente para sua quadra de ataque.

                   (c) No início do segundo período, no prolongamento da linha central, do lado oposto da mesa de controle, com direito a passar a bola para qualquer lugar dentro da quadra de jogo.

  Após ter a bola à disposição, A1 dá um passo lateral normal, entretanto, ele troca sua posição em relação à quadra de ataque ou à quadra de defesa.

       INTERPRETAÇÃO

  Em todos os casos, A1 mantém o direito já determinado para passar a bola para a quadra de ataque ou para a quadra de defesa, como ele tinha na posição inicial.

17.27 Determinação

          Após lance(s) livre(s) resultante(s) de uma falta técnica, falta antidesportiva ou falta desqualificante, a reposição subsequente deverá ser administrada no prolongamento da linha central, do lado oposto da mesa de controle.

          17.28 Exemplo

         Com 1:03 para jogar no último período do jogo, uma falta técnica foi sancionada contra B1. Qualquer jogador da equipe A poderá arremessar 1 lance livre e, após isso, um tempo debitado é concedido para a equipe A.

       INTERPRETAÇÃO

       A partida será reiniciada com uma reposição no prolongamento da linha central, do lado oposto da mesa de controle.

 

Adelson Leite Julião

Presidente

 

 




Adelson Leite Julião

Presidente

Versão para impressão