asinaturaasinaturaFederação  Cearense  De  BasketbalL

CBB, antes das decisões, deve ouvir as Federações evitando intromissão indevida em suas autonomias

Fortaleza, 30 de janeiro de 2018

NOTA OFICIAL No 029/2018

Interpretações Oficiais das Regras Oficiais de Basquetebol

ART. 38 FALTA DESQUALIFICANTE

38.1   Determinação

Com uma desqualificação, uma pessoa não é mais um membro de equipe ou pessoal do banco da equipe. Portanto, ele não poderá mais ser penalizado por um comportamento antidesportivo adicional.

 

   38.2   Exemplo

A1 é desqualificado por um comportamento antidesportivo flagrante. Ele deixa a quadra de jogo e insulta verbalmente um oficial.

                      INTERPRETAÇÃO

A1 já está desqualificado e não pode mais ser penalizado. O oficial ou o comissário, se presente, deverá enviar um relatório descrevendo o incidente ao Comitê Organizador da Competição.

 38.3   Determinação

Quando um jogador é desqualificado por uma ação antidesportiva flagrante sem contato, a penalidade é a mesma como por uma falta desqualificante com contato.

   38.4   Exemplo

       Uma violação de andar foi marcada contra A1. Frustrado, ele insulta verbalmente o oficial. A1 é sancionado com uma falta desqualificante.

                      INTERPRETAÇÃO

A penalidade são 2 lances livres e posse de bola para a equipe B.

 38.5   Determinação

Quando um assistente técnico, um substituto, jogador excluído ou acompanhante de equipe for desqualificado, sanciona-se uma falta técnica para o técnico, registrada como “B”, e esta deverá ser penalizada como qualquer outra falta desqualificante.

   38.6   Exemplo

A1 foi sancionado com sua quinta falta pessoal. Frustrado, ele insulta verbalmente o oficial. A1 é sancionado com uma falta desqualificante.

                       INTERPRETAÇÃO

A falta é marcada para o técnico da equipe A e registrada como “B”. A penalidade é um lance livre e posse de bola para a equipe B.

 Adelson Leite Julião

Presidente




Adelson Leite Julião

Presidente

Versão para impressão